A Bazuca

Ainda há muitos passos a dar para que a proposta de Fundo de Recuperação da União Europeia apresentadadia 27 de maio no plenário do Parlamento Europeu se torne uma realidade palpável e acessível para todos os Estados membros, para os seus territórios, empresas, instituições, famílias e cidadãos.O passo seguinte é o acordo dos 27 no Conselho Europeu, no qual a posição que tem vindo a
Ler o artigo completo...
Comentários

SIMPLEX S.O.S

Portugal é uma democracia jovem, mas consolidada, um País aberto, tolerante, diverso e com uma forte identidade histórica e cultural. É também um Estado social, dotado de estruturas que garantem de forma direta ou indireta as funções básicas da educação, da saúde, da justiça, da segurança, da regulação e da dinamização económica e da proteção social.Face ao impacto
Ler o artigo completo...
Comentários

A Vontade dos Europeus

A União Europeia tem vindo a dar passos lentos, mas seguros, visando articular uma resposta coordenada e solidária à pandemia sanitária que assolou o mundo e aos brutais impactos económicos, sociais e psicológicosque dela resultaram.Nesse processo, o Parlamento Europeu tem tido um papel agregador e motivador da ação de todas as outras instituições, fazendo uso
Ler o artigo completo...
Comentários

Voltar à Rua

Pouco a pouco vamos regressando à vida com normalidade possível, com regras e procedimentosrigorosos, com natural receio de uma nova onda pandémica, mas também com o orgulho de termos sido enquanto povo e enquanto sociedade capazes responder para já à brutal ameaça do COVID19 com coragem e eficácia. Para manter elevada a capacidade de resposta do Serviço Nacional
Ler o artigo completo...
Comentários

Vacina Social

A corrida para a validação de uma vacina que nos proteja deste Coronavírus e de todos os outros da mesma família é neste momento o maior projeto medico e científico à escala global. Ao que se sabe,quando escrevo este texto, e certamente não se sabe tudo, quase uma centena de protocolos de desenvolvimento estão em curso um pouco por todo o mundo, sete estão em estado avançado, e
Ler o artigo completo...
Comentários

Estado Forte

Nos momentos de grande aflição os povos precisam de quem lhes garanta as respostas necessárias. A pandemia que nos assolou veio demonstrar como é fundamental garantir que quem nos Governa possa assegurar com qualidade as funções de soberania, como a representação externa, a segurança e a proteção, através do acesso a direitos básicos como a saúde, a educação, a justiça e a dignidade. No
Ler o artigo completo...
Comentários

Tsunami

A pandemia provocou um tremendo abanão na nossa sociedade. Se fosse um terramoto teria rebentado com a escala de Richter com que se mede a magnitude dos sismos.  Estamos agora afanosamente por entre os “escombros” a procurar salvar vidas, empregos, empresas e instituições fundamentais para vencermos a ameaça e voltarmos a uma normalidade diferente.  O
Ler o artigo completo...
Comentários

União Europeia - Boletim Clínico

A pandemia que assolou o mundo fez adoecer gravemente a União Europeia. Alguns dos seus Estados membros são dos que mais contam com infetados e óbitos. A resposta inicial foi descoordenada e não solidária e o debate sobre o financiamento que separou os países menos ricos dos chamados frugais e em particular da Holanda, levou a parceria aos cuidados intensivos e com risco de necessitar de múltiplos
Ler o artigo completo...
Comentários

Casa à Vista ( FINAL)

Hoje é Domingo e o Visto da Casa chega ao fim, através da publicação dum efémero e singular Casa à Vista. Até sempre e obrigado a todos os que deram sentido a esta partilha. Desde que comecei a publicarestas reflexões diárias, em 16 de março, já passaram 9 Domingos e 62 dias. Chegou o momento de parar. Já sinto saudades, mas como diz o povo, o que é demais é fastio.A
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (16/05)

O Governo anunciou as regras da segunda fase de desconfinamento. Ultrapassámos com esforço e determinação duas etapas difíceis. Alguns perderam a vida e outros viram-na a andar para trás e anseiam por inverter o caminho. Enquanto povo temos que continuar em frente, corrigir erros e insuficiências e manter o rigor coletivo que nos tem permitido suster
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto Casa (15/05)

Valentina não morreu de COVID19. Escrevo e colaboro regularmente em diversos órgãos de comunicação social nacional e regional e por isso fiz deste diário de confinamento um espaço de reflexão focado na forma como sinto o impacto da pandemia na minha vida e na vida daqueles que conheço, visto a partir de casa e dos espaços a que a partir dela vou acedendo.Evito por
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (14/05)

Ontem aqui por Évora esteve um dia muito chuvoso e cinzento. Na nesga de acalmia que me permitiu fazer a minha corrida diária, cruzei-me com três senhoras,que em frente a uma loja que tem uma rudimentarmáquina de café, respeitando a distância física recomendada, conversavam e saborearam num pequeno copo de plástico uma bica de “faz de conta”.Deve ter sabido
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (13/05)

Hoje é 13 de maio. Neste dia, em 1917, segundo os relatos da época, Maria apareceu aos pastorinhos. Respeito todas as interpretações espirituais, canónicas, simbólicas ou históricas das aparições. O facto de ainda hoje se debater com paixão o que terá acontecido atesta que algo aconteceu. Em que plano aconteceu, as sensibilidades e as crenças são diversas. Em
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (12/05)

É cedo para cantar vitória, sobretudo quando todos os dias nos bombardeiam com a possibilidade de uma segunda ou mais vagas, mas a retoma progressiva da vida social com distanciamento físico tem vindo a ocorrer sem que, em consequência, os números de infetados tenha disparado. A morbilidade tem vindo a diminuir e o número de recuperados a subir significativamente. Estamos
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (11/05)

Esta vida virtual é mais cansativa do que parece, mas também tem os seus momentos reconfortantes. Na passada sexta-feira tive a oportunidade de participaratravés de uma plataforma de teleconferência numa conversa com dois jovens empreendedores portugueses, seguida por muitos outros na página do Facebook da “Global Shapers Lisbon”. A qualidade das perguntas que
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (10/05)

O famoso buraco de ozono sobre o Ártico fechou. Em contrapartida a nossa vida está toda esburacada. São os contrastes do novo tempo. Gosto muito de ler jornais e revistas, sempre quepossível em papel, que depois coloco na reciclagem. Já houve um tempo em que começava pelas páginas desportivas e outro em que dava primazia às económicas. Hoje já não.Procuro manter-me
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (09/05)

Hoje é Dia da Europa. Há muitos anos que o dia da Europa não era assinalado e celebrado como este ano será. Uma celebração diferente. As pessoasaperceberam -se como o sucesso ou o insucesso da União Europeia no combate contra a pandemia e os seus impactos vai marcar o futuro do projeto europeu,mas também a vida de cada um de nós. Acabou
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (08/05)

Há poucos dias faleceu em Portugal o primeiro adulto com menos de trinta anos, vítima do COVID19. Antes já tinha perdido a vida um adolescente. Ambos tinham outros problemas de saúde que os fragilizaram. O vírus ataca com mais agressividade os mais frágeis, pela idade ou por problemas no sistema imunitário. É um vírus cobarde. Não sei se há algum que não seja.O Professor
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (07/05)

Um destes dias um amigo contou-me que tinha aproveitado o facto de estar atrabalhar a partir de casa para procurar na rede e adquirir uma nova campainha inteligente e com camara, para a entrada da sua residência. Como tem jeito para a pequena engenharia, montou-a ele mesmo O processo de encomenda foi feito a uma empresa chinesa com um preço, disse-me ele
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (06/05)

Um laboratório militar israelita anunciou a descoberta de um anticorpo capaz de enfrentar o COVID19. Vindo de onde vem, pode ter um conteúdo de propaganda, mas é certamente um passo importante para cercar o vírus. Segundo as notícias o novo antiviral poderá estar disponível globalmente em seis meses. Nos antivirais e nas vacinas as vindimas prometem boa colheita. Oxalá seja vintage.Vinda
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (05/05)

Tenho mantido o meu hábito de fazer, dentro das regras estabelecidas, uma corrida diária. Em média corro cerca de meia hora e aproximadamente meia dúzia de quilómetros. O cronómetro já reportoumelhores resultados, mas a idade não perdoa. Aos fins de semana tenho feito umas incursões pela ecopista que circula a cidade, para quebrar a rotina,
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (04/05)

Hoje começa uma nova etapa da resposta coletiva ao vírus e aos seus impactos em Portugal. De acordo com um plano amplamente debatido com os parceiros sociais e institucionais e validado pelas autoridades de saúde, vamos começar a regressar lentamente a um novo normal, em que o rigor e a atitude serão ainda mais importantes para conseguirmos
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (03/05)

A corrida para a validação de uma vacina que nos proteja deste Coronavírus e de todos os outros da mesma família está ao rubro. Quase uma centena de protocolos de investigação avançada e acelerada foram aprovados. Uma dezena estão muito avançados. Alguns começaram a fazer testes em humanos.  Os melhores cérebros, as melhores empresas, os laboratórios e os investidores públicos e
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (02/05)

Ontem o dia acordou cinzento. Quando saí à rua para comprar jornais, a primeira pessoa com que me cruzei saudou-me e disse-me “vizinho, belo dia para estar em casa”, como se não fosse lá que muitos de nós, eu incluído, temos passado grande parte do nosso tempo, deste que deflagrou a pandemia. Este pequeno episódio, permite-me voltar brevemente a um tema que já aqui
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa - (01/05)

Eu ainda sou do tempo em que o 1 de maio não se podia comemorar. Quando mudou, com a revolução dos cravos, recordo-me de ler noticias sobre a grande festa do 1 de maio de 1974, porque em Angola, onde vivia então, nem a preto e branco havia TV. Dos anos seguintes, já em Évora, tenho uma memória mais nítida. Os tratores e as roulottes das cooperativas (unidades coletivas
Ler o artigo completo...
Comentários
Ver artigos anteriores...