Visto de Casa (04/05)

Hoje começa uma nova etapa da resposta coletiva ao vírus e aos seus impactos em Portugal. De acordo com um plano amplamente debatido com os parceiros sociais e institucionais e validado pelas autoridades de saúde, vamos começar a regressar lentamente a um novo normal, em que o rigor e a atitude serão ainda mais importantes para conseguirmos
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (03/05)

A corrida para a validação de uma vacina que nos proteja deste Coronavírus e de todos os outros da mesma família está ao rubro. Quase uma centena de protocolos de investigação avançada e acelerada foram aprovados. Uma dezena estão muito avançados. Alguns começaram a fazer testes em humanos.  Os melhores cérebros, as melhores empresas, os laboratórios e os investidores públicos e
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (02/05)

Ontem o dia acordou cinzento. Quando saí à rua para comprar jornais, a primeira pessoa com que me cruzei saudou-me e disse-me “vizinho, belo dia para estar em casa”, como se não fosse lá que muitos de nós, eu incluído, temos passado grande parte do nosso tempo, deste que deflagrou a pandemia. Este pequeno episódio, permite-me voltar brevemente a um tema que já aqui
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa - (01/05)

Eu ainda sou do tempo em que o 1 de maio não se podia comemorar. Quando mudou, com a revolução dos cravos, recordo-me de ler noticias sobre a grande festa do 1 de maio de 1974, porque em Angola, onde vivia então, nem a preto e branco havia TV. Dos anos seguintes, já em Évora, tenho uma memória mais nítida. Os tratores e as roulottes das cooperativas (unidades coletivas
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (30/04)

Avançar e recuar não são movimentos bons ou maus por natureza. Dependem das circunstâncias. Se dissermos que Portugal avançou no crescimento e recuou no desemprego como estava a acontecer nos últimos anos, os dois verbos estão de mãos dadas para nos ajudarem a dar boas notícias.Já se partilharmos a previsão relativamente consensual de que com a pandemia
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (29/04j

Passados mais de quarenta dias de confinamento começa a ser difícil orientar-me no espaço e no tempo. Todas as manhãs, depois do expresso que me ajuda a despertar, agarro numa folha A4 e numa caneta de feltro e escrevo em números bem visíveis que dia é, e depois alinho a agenda fixada para esse dia. O dia acaba por nunca ser exatamente como
Ler o artigo completo...
Comentários
Ver artigos anteriores...