Pôr um Cravo (Na baioneta da Troika)

 Aproxima-se mais um aniversário da manhã gloriosa em que renascemos para a liberdade, mas nunca como agora foi tão marcante o contraste entre o sol e a sombra na revolução de Abril.  De um lado brilha o sol supremo de sermos livres. Do outro lado perdura a sombra soturna do desânimo que se apoderou de um povo flagelado por políticas desenhadas nos gabinetes e nos programas informáticos
Ler o artigo completo...
Comentários (1)

Anorexia Institucional

 Se há afirmação que me faz “pele de galinha” é aquela que refere que a consolidação das contas públicas em Portugal faz de nós um modelo à escala europeia. Modelo de quê e para quê? Modelo de quem e para quem? Quando oiço estas afirmações, provindas de “gurus” nacionais e burocratas internacionais, lembro-me sempre doutro tipo de modelos. Das lindas, elegantes mas
Ler o artigo completo...
Comentários

Inenarrável

Com a força e a determinação que é seu timbre, José Sócrates aproveitou a entrevista que deu à RTP para fazer uma defesa assertiva da narrativa que inspirou o seu governo. Em simultâneo desmontou meticulosamente aquilo a que chamou o embuste narrativo construído pela coligação de direita com o objectivo claro de atribuir a esse período e à sua herança a natureza dos actuais fracassos
Ler o artigo completo...
Comentários

Ciclo da Primavera

Este ano a abertura do Ciclo da Primavera promete ser um tempo de renovação social e política no mundo, na Europa e em Portugal.  Assinalando o início desse ciclo aceitei um simpático convite da Sociedade “Carlista” presidida pelo meu amigo e candidato do PS à autarquia de Montemor-o-Novo, Olímpio Galvão, para assistir ao Concerto da Banda Filarmónica da Guarda Nacional Republica
Ler o artigo completo...
Comentários

A Queda de Um Mito

  Para mim desde há muito tempo que a receita económica aplicada por Passos Coelho e Vitor Gaspar é um erro extremo. Na minha primeira intervenção na Assembleia da República, feita nesta legislatura enquanto líder parlamentar do PS e na presença do governo, alertei para a contradição de termos uma governação que tinha como estratégia implícita empobrecer o seu povo. Nessa intervenção
Ler o artigo completo...
Comentários

O Dono da Bola

 No dia 2 de Março e tendo em conta que não existe na Assembleia da República uma solução maioritária que possa pôr fim ao descalabro da atual governação, o povo passou a bola ao único pilar institucional a quem poderia passar, ou seja, ao Presidente da República Aníbal Cavaco Silva.   Cavaco Silva, eleito em votação direta, nominal e universal é de pleno direito o “pivot”
Ler o artigo completo...
Comentários
Ver artigos anteriores...