Colaborar (já) não basta!

Em tempo de turbulência económica é ainda mais importante promover a colaboração entre a academia e as empresas na concretização de projectos que criem novos produtos e novos processos geradores de valor e de emprego.O inquérito ao potencial científico e tecnológico nacional cujos resultados foram recentemente divulgados, demonstra que em Portugal se fizeram bons progressos nos últimos dois
Ler o artigo completo...
Comentários

Pragmatismo (e Talento)

Na sua Mensagem de Natal, o Primeiro – Ministro afirmou que para fazer frente á crise mundial que se espera venha a ter o seu pico em 2009, os portugueses deveriam entre outras coisas, utilizar o seu talento. É uma afirmação que corre sérios riscos de ser mal compreendida, mas que na minha opinião é oportuna e faz todo o sentido.É óbvio que não basta o talento para enfrentar a crise. No
Ler o artigo completo...
Comentários

A Ilusão da Economia

No final de 2008 a grande maioria das mensagens que recebi foram mensagens cuja ideia central era a necessidade de baixar expectativas. Eu próprio usei convictamente a ideia, nas minhas réplicas, de que a incerteza quanto ao crescimento económico em 2009 constituía uma boa oportunidade para cada um se focar mais no seu crescimento interior.Uma das últimas mensagens que recebi tinha um tom oposto
Ler o artigo completo...
Comentários

Talento

O Ano de 2009 foi escolhido pela Comissão, pelo Conselho e pelo Parlamento Europeu como Ano Europeu da Criatividade e Inovação. Criatividade e Inovação são duas dinâmicas que quando se imbricam com sucesso geram talento criador de valor social, económico e cultural.Alguns leitores podem considerar que o tema da Criatividade e Inovação não é o mobilizador mais oportuno para fazer face ao
Ler o artigo completo...
Comentários

A Ideologia dos Rankings (texto redigido há 2 anos)

Numa sociedade em que o mais difícil é discernir entre o essencial e o acessório no meio do turbilhão de informação a que acedemos, os rankings são uma ferramenta prática, elegante e intuitiva de posicionar pessoas, empresas, instituições ou países, introduzindo níveis de comparabilidade e facilitando a comunicação de resultados.No exercício das minhas funções como Coordenador da Estratégia
Ler o artigo completo...
Comentários

Dez milhões de razões (você!)

Eis-nos em 2009, o ano de todos os perigos e de todos os desafios. Três grandes teorias mais ou menos científicas disputam o palco aos astrólogos, videntes e outros protagonistas dos tempos de recomeço. Os mais pessimistas lembram a crise de 1929 e a deflação japonesa para preverem uma década de vacas magras. Outros, concordando na profundeza da crise, baseiam-se nos novos instrumentos ao serviço
Ler o artigo completo...
Comentários
Ver artigos anteriores...