Também estou...


No Twitter:


No Facebook:


Carlos Zorrinho's Facebook profile

No arquivo deste blogue:

Federalistas! Uni-vos ...

Sempre fui europeísta convicto e defensor do aprofundamento da dimensão política da União Europeia como cimento indispensável para promover a diversidade no plano cultural, a competitividade no plano económico e a sustentabilidade no plano financeiro. O tema no entanto nunca foi tão crucial como agora. Depois de anos de conversa mole e de um Tratado aparentemente confederal mas na prática absolutamente
Ler o artigo completo...
Comentários

Voluntariado e Empreendedorismo

Portugal fez nos últimos anos um progresso admirável na formação de novos licenciados. O número de jovens que entram na universidade em cada ano subiu de menos de 85 000 em 2004/2005 para mais de 120 000 em 2009/2010. Destes, cerca de 27% terminam a sua formação em ciências e engenharias, contra apenas 20% cinco anos atrás. O número
Ler o artigo completo...
Comentários

Um Homem Bom (Homenagem singela a Diogo Vasconcelos)

A notícia cortou-me a madrugada ao meio. Um amigo comum tão atordoado como eu dizia-me incrédulo - Ele morreu! Ele morreu agora em Londres. A morte dele foi totalmente inesperada. Quarenta e três anos cheios de vitalidade, projectos, entusiasmo. Morreu em Londres, a sua cidade global, irmã gémea do seu Porto natal. Morreu como um cidadão do mundo com fortes raízes em Portugal e na sua cidade.Nunca
Ler o artigo completo...
Comentários (1)

A Bolha (Sobre o corte do Subsídio de Natal e não só)

A bolha dos mercados desregulados vai rebentar mais cedo do que tarde. Não é preciso ser Guru nem ter dotes de adivinhação para perceber que a actual situação é insustentável. Mais difícil é prever se a Europa terá o engenho e arte de sobreviver ao rebentar da bolha. A nossa história e a nossa identidade abre-nos as portas para isso, mas os desvarios recentes não podem deixar ninguém
Ler o artigo completo...
Comentários (1)

Um Partido (PS) para o Novo Ciclo

Em 1996 por solicitação do então Secretário-geral António Guterres elaborei um documento estratégico de modernização e abertura do PS que veio a ter um forte reflexo nos estatutos e no funcionamento do Partido. Em 1999, conjuntamente com Vitalino Canas apresentámos ao Congresso do Partido uma moção intitulada “Um Partido
Ler o artigo completo...
Comentários

Nem tudo o que parece é (a propósito dos actos simbólicos da nova governação)

É normal que o inicio de um ciclo governativo seja marcado por actos simbólicos que posicionam a governação, traçam-lhe um estilo, entretêm a comunicação e dão a ideia de acção enquanto ainda apenas existe trabalho de organização.No entanto os actos simbólicos nem sempre são o que parecem e até esses (ou sobretudo esses) merecem ser analisados com detalhe para se compreenderem as linhas
Ler o artigo completo...
Comentários (2)
Ver artigos anteriores...