Também estou...


No Twitter:


No Facebook:


Carlos Zorrinho's Facebook profile

No arquivo deste blogue:

Voluntariado e Empreendedorismo

Portugal fez nos últimos anos um progresso admirável na formação de novos licenciados. O número de jovens que entram na universidade em cada ano subiu de menos de 85 000 em 2004/2005 para mais de 120 000 em 2009/2010. Destes, cerca de 27% terminam a sua formação em ciências e engenharias, contra apenas 20% cinco anos atrás. O número
Ler o artigo completo...
Comentários

Um Homem Bom (Homenagem singela a Diogo Vasconcelos)

A notícia cortou-me a madrugada ao meio. Um amigo comum tão atordoado como eu dizia-me incrédulo - Ele morreu! Ele morreu agora em Londres. A morte dele foi totalmente inesperada. Quarenta e três anos cheios de vitalidade, projectos, entusiasmo. Morreu em Londres, a sua cidade global, irmã gémea do seu Porto natal. Morreu como um cidadão do mundo com fortes raízes em Portugal e na sua cidade.Nunca
Ler o artigo completo...
Comentários (1)

A Bolha (Sobre o corte do Subsídio de Natal e não só)

A bolha dos mercados desregulados vai rebentar mais cedo do que tarde. Não é preciso ser Guru nem ter dotes de adivinhação para perceber que a actual situação é insustentável. Mais difícil é prever se a Europa terá o engenho e arte de sobreviver ao rebentar da bolha. A nossa história e a nossa identidade abre-nos as portas para isso, mas os desvarios recentes não podem deixar ninguém
Ler o artigo completo...
Comentários (1)

Um Partido (PS) para o Novo Ciclo

Em 1996 por solicitação do então Secretário-geral António Guterres elaborei um documento estratégico de modernização e abertura do PS que veio a ter um forte reflexo nos estatutos e no funcionamento do Partido. Em 1999, conjuntamente com Vitalino Canas apresentámos ao Congresso do Partido uma moção intitulada “Um Partido
Ler o artigo completo...
Comentários

Nem tudo o que parece é (a propósito dos actos simbólicos da nova governação)

É normal que o inicio de um ciclo governativo seja marcado por actos simbólicos que posicionam a governação, traçam-lhe um estilo, entretêm a comunicação e dão a ideia de acção enquanto ainda apenas existe trabalho de organização.No entanto os actos simbólicos nem sempre são o que parecem e até esses (ou sobretudo esses) merecem ser analisados com detalhe para se compreenderem as linhas
Ler o artigo completo...
Comentários (2)

"Troika e Meia" - Primeiras impressões sobre o novo governo

Pedro Passos Coelho foi frontal e muito claro na sua campanha ao afirmar que se ganhasse as eleições se propunha ir para além da Troika na exigência dos programas de austeridade, na redução da abrangência do Estado Social e na privatização dos serviços públicos.Na expressão da sua vontade o povo português foi inequívoco na legitimação democrática dessa proposta e o novo Primeiro-ministro
Ler o artigo completo...
Comentários
Ver artigos anteriores...