Visto de Casa (17/04)

Marcelo Rebelo de Sousa terminou ontem a sua declaração ao País sobre a extensão do estado de emergência dizendo que se há um milagre, esse milagre é Portugal. Portugal somos todos nós. O nosso milagre pessoal fará toda a diferença. Mas como em tudo na vida, somos todos milagreiros, mas há uns que são mais milagreiros que outros. Continuamos em emergência e em estado de alerta para
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (16/04)

Há boas perspetivas em relação à tomada de posição que hoje, o plenário do Parlamento Europeu que está a decorrer, vai assumir relativamente à resposta coordenada da União Europeia em relação à pandemia e às suas consequências. Os quatro maiores grupos pró-europeus do Parlamento, incluindo os conservadores do Partido Popular Europeu PPE,
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (15/04)

Escrevi neste espaço que uma União Europeia cuja origem primordial foi uma resposta solidária e coordenada a uma guerra mundial que provocou dezenas de milhões de mortos e devastou o continente, não pode ter uma resposta de meias tintas à catástrofe sanitária, económica e social provocada pela pandemia, sob pena de perder o seu sentido e o seu propósito.Em consequência, muita gente me
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (14/04)

Depois dos epidemiologistas, dos infeciologistas, dos economistas, dos sociólogos e de muitos outros especialistas, chegou agora o tempo dos filósofos também se chegarem à frente com a sua a sua visão sobre o que nos está a acontecer e de com a partilha dos seus contributos para nos prepararmos o dia seguinte.No “Le Monde” de sábado, o famoso filósofo alemão
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa 13/04

O dominó, a sueca, a malha e os dados são jogos tradicionais que entretêm o nosso povo, entre umas minis, uns petiscos, uns copitos de branco ou tinto. Mas não é desses dados, filhos das probabilidades, que hoje tanto se fala, nem dos dados que segundo alguns cientistas, Ele gosta de jogar, que aqui vou tratar. O que está hoje no centro da atualidade são
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (12/04)

No tempo em que era permitido fumar em todo o lado, eu que não sou fumador, suportava perfeitamente estar em ambientes com pessoas a fumar, em cafés, em discotecas e em reuniões em que por vezes os rostos nem se distinguiam no meio do nevoeiro das baforadas. Hoje, tenho muita dificuldade em estar em ambientes com cheiro a fumo e muito mais ainda em estar perto
Ler o artigo completo...
Comentários
Ver artigos anteriores...